Pular para navegação
Pampers© amor sonhos & brincadeiras
Bem-vindo(a)  
Cadastre-se   ou   Entrar 
Brasil

A recuperação depois do parto

0   Pessoas comentaram
nesse artigo
 
216
 
0
Social Sharing cript>

recuperação pos parto

O parto é um processo totalmente normal do seu corpo, mas durante os dias que se seguem, você deve estar se cuidando. De fato, pode levar até um ano para que o seu corpo volte a ser o que era antes (Leia sobre: começar a fazer exercícios simples). E mesmo que haja diferenças entre se recuperar de um parto vaginal e uma cesariana, o processo geral de cura é o mesmo para ambos tipos de parto. Muitos fatores podem afetar esta recuperação, incluindo sua saúde geral, seu estado nutricional e seu grau de cansaço ou estresse.

  Contrações uterinas e involução

  Lóquios

  Olhos vermelhos e manchas roxas

  Cura do lugar da incisão

  Conselhos para melhorar a circulação

  Conselhos para se cuidar em casa

  Quando ligar para o médico


Contrações uterinas e involução

Depois que o bebê nasceu, a placenta se separa da parede uterina e é expulsa. A área onde a placenta esteve em algum momento fica como uma ferida aberta que precisa ser curada. Felizmente, seu corpo começa a curá-la imediatamente. Minutos depois do parto, o útero se contrai para que não saia mais sangue.Estas contrações uterinas são sentidas como fortes câimbras nos primeiros dias depois do parto, mas logo vão reduzindo sua intensidade. É comum que você sinta estas dores enquanto amamenta o bebê, já que a estimulação do mamilo faz com que o útero se contraia.
Você pode tomar analgésicos se as câimbras te incomodarem muito. Mesmo assim, fale com o seu médico antes de tomar qualquer medicamento.

As contrações depois do nascimento farão com que sinta o seu útero como uma bola. A cada dia vai diminuindo até que já não o sinta mais. À medida que diminui, se move em direção à pelvis e atrás do osso púbico. Isto é chamado de processo de involução. Enquanto você continuar no hospital, a enfermeira vai controlar o progresso do útero com um monitor. Se não involuciona sozinho, terão que estimulá-lo para que o faça.

Lóquios

Leva aproximadamente 10 dias para que o lugar onde a placenta esteve seja curado. Durante esse tempo você vai ter um corrimento vaginal chamado de lóquio que é bem vermelho durante os dois primeiros dias (muito parecido a uma menstruação forte). Depois diminui e fica marrom, depois rosa até que termina sendo branco e depois desaparece. Quando chegar a este ponto, você vai saber que o processo de recuperação do útero terminou. Isto pode se acelerar nas mamães que amamentam já que a estimulação do mamilo faz com que o útero se contraia, curando mais rapidamente. Até que o lóquio não desapareça, não é conveniente que você tenha relações sexuais e sempre mantenha a zona do períneo higiênica.

Olhos vermelhos e manchas roxas

Se você teve um parto longo ou complicado, certamente vai notar outros sinais físicos que exigirão um período de cura. Algumas mulheres sofrem com olhos vermelhos; manchas roxas no pescoço, bochechas e caras também são comuns. Podem aparecer pela força que a mãe faz e sua maneira de respirar no momento de dar à luz. Estas marcas podem não aparecer se a mãe não retiver ar nos pulmões. Todas estas manchas desaparecem depois de alguns dias.

Cura do lugar da incisão

Por mais que o parto seja vaginal ou cesariana, sempre será feita uma incisão que precisará ser curada depois. Com um parto natural, talvez tenham que fazer uma episiotomia. Este pequeno corte, feito para aumentar o espaço por onde o bebê vai sair, tem que ser costurado depois. Como qualquer incisão, a recuperação da episiotomía dura algumas semanas. O corpo depois absorverá os pontos, mas o lugar costurado certamente vai doer um pouco na primeira semana depois do parto. É possível que se infeccione se você não limpar a zona adequadamente, mas se mantiver a zona do períneo higiênica, isso não deve acontecer.

Se você teve o seu bebê por cesariana, a incisão abdominal vai demorar mais para ser curada. Se a mesma não foi planejada e ocorreu depois de tentar ter um parto natural, você terá que se recuperar da incisão cesariana e também da vaginal. Assim como a recuperação de parto natural (lóquios e involução), você também vai ter que se recuperar de uma cirugia. Esta última recuperação é muito mais longa, aproximadamente de 4 a 6 semanas.

A cesariana costuma doer depois que o efeito da anestesia tiver terminado. Se precisar, você pode tomar analgésicos: no início vão te dar um muito forte que vai fazer com que você se sinta tonta e cansada. Se os pontos não são dos que se absorvem, vão ter que tirá-los 5 dias depois do parto. Alguns médicos usam grampos de metal em vez de fio cirúrgico para fechar as incisões, que depois também deverão ser removidos. As suturas ou grampos podem agarrar um pouco a pele, o que pode resultar um pouco incômodo. Antes da cirugia vão colocar um catéter urinário na sua bexiga. Depois que o bebê nascer, é importante que você tome muito líquido para não infeccionar a zona.

Conselhos para melhorar a circulação

Para que você tenha uma boa circulação depois da cirugia, os médicos vão te pedir que mexa muito as pernas, os pés e os dedos logo que passar o efeito da anestesia. Também vai pedir que você sente na cama, depois numa cadeira e depois começar a caminhar um pouco. Talvez te digam que use meias de lycra para estimular a circulação e prevenir coágulos nas pernas. Como o processo de cesariana é mais complicado que o de parto natural, você vai ter que ficar mais tempo no hospital, talvez 4 ou 5 dias.

Conselhos para se cuidar em casa

Depois que você voltar para casa, o processo de recuperação vai ser sua responsabilidade. Apresentamos alguns conselhos para te ajudar se curar e se sentir cômoda em casa:

ò Se as dores te incomodam muito, respire fundo e massageie a área dolorida. Se isso não resolver, tome algum remédio que o seu médico tenha te dado. Estas dores são um bom sinal: a involução e a cura do útero estão em andamento efetivamente.
ò Para prevenir infecções provocadas pela episiotomia, use uma gase limpa para limpar a zona a cada 4 ou 6 horas. Sempre limpe da frente para trás, para não levar bactérias do ânus para a zona vaginal. Depois de ir ao banheiro, limpe a zona com água morna e depois seque-a com muito cuidado com uma gase. Lembre-se: sempre limpe da frente para trás. Use compressas mornas para que o sangue vá a estas zonas e estimular a recuperação. Praticar exercícios pélvicos de contrair e relaxar fazem com que a área tenha mais circulação.
ò Siga todas as instruções para cuidar da incisão da cesariana. Mantenha o curativo sempre limpo.
ò Coma alimentos saudáveis para ajudar na recuperação. Coma muitas proteínas, vitaminas e grandes quantidades de líquidos.
ò Não tenha relações sexuais até que os lóquios terminem de sair e que a área da episiotomia tenha sido curada. Certamente, você não vai ter vontade de fazer sexo pela fadiga. Existem muitas maneiras de mostrar ao seu parceiro que você o ama apesar de não ter sexo e muito do seu tempo passar com o bebê.
ò Descanse! Este é o componente principal para que se cure. Não faça muitas coisas e também não faça rápido, mesmo que se sinta bem. Faça somente coisas que tiverem a ver com o bebê. Deixe que outra pessoa se ocupe da comida, de lavar a roupa e outras atividades dentro de casa. Planeje com tempo estas coisas, assim terá tudo resolvido para quando o seu filho nascer.
ò Durma quando o bebê dorme também. Como você já sabe que muitas noites de sono serão interrompidas, aproveite quando o bebê dorme e tire uma soneca. Tente dormir a quantidade de horas que dormia antes do bebê nascer. Se for preciso, desconecte o telefone por umas horas para que ninguém te incomode!

Quando ligar para o médico

Fale com o médico ou parteira se observar alguns dos seguintes sinais que indicam que a recuperação não está sendo adequada, ou que talvez você tenha uma infecção:
ò Temperatura acima dos 38 graus que dura mais de um dia.
ò Lóquios muito vermelhos e abundantes ou coágulos depois do quarto dia posterior ao parto.
ò Lóquios com cheiro ruim. Os lóquios normais têm um cheiro úmido, como a menstruação.
ò Dor abdominal depois do quinto dia posterior ao parto.
ò Sinais de infecção (áreas avermelhadas, calor, inchação sangue) na zona da episiotomia ou incisão cesariana.

Se seguir estas recomendações, você vai se surpreender com a rapidez com a qual vai se sentir normal outra vez. Como ter um bebê é um processo normal, não uma doença, seu corpo vai conseguir se recuperar rapidamente. E as pequenas dores depois do parto vão estar paliadas pela alegria de ter seu bebê nos braços!

Leia sobre: O que o seu bebê já pode fazer.


 
Social Sharing
 
0

Comentários dos membros

Você pode gostar de

Limpeza eficiente e delicada

Saiba mais sobre Toalhinhas Pampers Fresh
Toalhinhas Pampers Fresh