Como disciplinar o seu filho: castigos

Como disciplinar o seu filho: castigos

Um castigo é um período durante o qual uma criança é retirada da situação problemática ou tentação. É a oportunidade de ele se acalmar, recompor-se e lembrar o que se espera dele.

Aqui está como fazer do castigo uma ferramenta eficaz

Considere a idade do seu filho

Quando as crianças têm de 18 a 24 meses de idade e até que elas tenham cerca de 5. Apesar de cada criança ser diferente, crianças menores que essa idade não "entendem" realmente, e as crianças mais velhas geralmente precisam de maneiras mais sofisticadas para aprenderem a se comportar bem.

Siga as regras 

Durante o castigo, a criança não pode interagir com os pais ou cuidador. Um castigo deve ser uma forma menor de isolamento que diz, com efeito: "Quando você fizer isso, você não pode participar das coisas."

Estabeleça um padrão

Isso requer um investimento inicial de tempo que a maioria dos pais acha que vale a pena. Redefinir as expectativas de uma criança é mais difícil do que fazer certo da primeira vez, mas ainda vale a pena o tempo e a energia.

Estabelecendo o castigo

Coloque uma cadeira em um local seguro, mas entediante, como o canto de uma sala de jantar ou uma área de entrada raramente usada. Certifique-se de que o lugar é longe de quem está tomando conta dele e da "cena do crime". Estar no meio das coisas dá muita oportunidade para agravar o problema com provocações e comportamento provocativo.

Tente não usar o quarto da criança, ele pode criar associações negativas com um lugar que deveria ser um refúgio seguro. Um quarto também tende a conter muitas distrações.

Certifique-se de que o local do castigo é um lugar seguro onde a criança pode ser deixada sozinha sem supervisão. Por exemplo, o topo de uma escada, perto de itens quebráveis e ao lado de uma porta que ela pode abrir são todos lugares para NÃO escolher.

Como levar a cabo o castigo

Avise primeiro

Depois de dois avisos sobre o comportamento proibido, anuncie: "OK, é hora do castigo". Nada mais. Pegue a criança e coloque-a no banco de castigo.

Defina um tempo

A duração deve ser cerca de um minuto por ano de idade da criança.

Seja firme

Se a criança se levantar, basta colocá-la de volta na cadeira e reiniciar o cronômetro. Não diga nada e não ceda. 

Perdoar e esquecer

Quando o tempo acaba, diga: "Acabou agora", dê-lhe um abraço, e deixe por isso mesmo. Não mencione a questão novamente. Dê-lhe algo novo para fazer, uma alternativa positiva para a atividade proibida.

Armadilhas comuns

Falar demais

Isso só confunde a criança, aumenta a tensão e perturba todos. Uma indicação simples da transgressão quando o "crime" é cometido seguido de "É hora do castigo" é suficiente.

Pela culatra

Se um castigo gerar mais atenção para a criança do que ela recebe quando está se comportando bem, ela continuará a chamar a atenção com o comportamento provocador.

O pai e a mãe estão muito chateados

Tome um segundo para se acalmar. Volte para o seu filho, indique o motivo para o castigo e coloque-o de castigo. Certifique-se de deixar esse cenário para os piores “crimes” em vez de fazer disso um hábito.

Não recompensar o bom comportamento.

Uma abordagem é "pegá-lo" sendo bom. Isso é difícil porque, à medida em que o mau comportamento aumenta, sua tendência natural é empurrá-lo e até mesmo tentar evitá-lo.

Circunstâncias especiais

Comportamento

Se o seu filho estiver frenético ou doente, ele não será capaz de aprender com o castigo. Para as crianças que sofreram muitas separações sérias, castigos trazem muita emoção, o que substitui a oportunidade de aprendizagem.

Idade de desenvolvimento

As crianças que estão com atraso de desenvolvimento ou muito avançadas em habilidades cognitivas podem precisar ser tratadas com base em sua idade de desenvolvimento, em vez de sua idade cronológica.

Passando o dia todo no castigo?

Se você achar que o seu filho é especialmente provocador, pode ser porque ele está experimentando estresse ou pressão, ou simplesmente porque está entediado. Pergunte a si mesma se você está projetando o estresse. Uma criança fará coisas provocativas para tirá-la de sua zona de conforto, mesmo que isso signifique arriscar deixar você com raiva.

Também podem te interessar:

Fraldas

Pampers Premium Care

A fralda mais sequinha e mais macia do Brasil