Lidando com os ''ais

Lidando com os ''ais" - Imunizações e Mais

Toda criança provavelmente terá de passar por um procedimento médico desconfortável em algum momento, como uma imunização, um exame de sangue, pontos, até mesmo uma operação ou tratamento contínuo. Há maneiras de ajudar as crianças a passarem por esses eventos sem qualquer trauma duradouro e talvez até mesmo tornar esses eventos em uma fonte de crescimento.

Dicas para ajudar as crianças pequenas e mais novas em idade pré-escolar

  • Explique o evento

     
"Eles colocarão uma faixa apertada em torno de seu braço, e depois você sentirá uma picadinha." Mentir sobre a dor, a duração ou qualquer outra coisa não é uma boa ideia. A falta de confiança leva a mais ansiedade. Diga ao seu filho muito simplesmente o que ele tem de fazer: "Você tem que manter o braço firme para que eles possam terminar rapidamente. Você pode gritar e chorar, mas não se mexa."

  • Seja breve

     
 Longas explicações e racionalizações são confusas e opressivas para uma criança pequena. Pule o "por que", exceto no mais simples dos termos: "Esta injeção ajudará a impedi-lo de ficar doente."

  • Use distrações

     
Use uma história, brinquedo ou algo visual para ajudar a manter o foco da criança’ longe do procedimento.

  • Prontinho!

     
 Anuncie quando tudo estiver pronto e o que acontecerá em seguida. "Acabamos, então agora podemos ir tomar o sorvete que combinamos." Reconheça que a experiência foi difícil para o seu filho, e mostre-lhe o quão orgulhosa você está dele por ter feito isso.

  • Crie confiança

     
 Evite ameaçar com um procedimento médico ou dizer a uma criança que o médico ou enfermeira malvada lhe dará uma injeção se ele não se comportar. Isso cria desconfiança em relação aos profissionais de saúde e faz uma criança pensar por que você está entregando-a a estas pessoas más.

  • Seja razoável

     
 PasseO controle para as crianças quando for razoável ("Qual a cor de Band-Aid que você quer?"), mas nunca lhes dê uma escolha quando não houver uma ("Gostaria que dessem pontos?"). Para as crianças, é uma traição quando você vai em frente com um procedimento sobre o qual elas achavam que tinham uma escolha.

Dicas para ajudar crianças em idade pré-escolar mais velhas e crianças em idade escolar

  • Responda às perguntas

     
 As crianças mais velhas aceitam bem uma explicação simples de por que elas precisam de um procedimento. Esteja pronta para responder a perguntas específicas.

  • Deixe-a assumir o comando

     
 As crianças podem estar interessadas em ver sangue derramado e feridas, ou podem ter medo disso. Siga o comando da criança; não force e não proíba. As crianças nessa idade podem ser ajudadas com um ensaio mental do evento. Conhecer os detalhes concretos do evento dá-lhes uma sensação de controle e domínio.

  • Procure aulas e livros sobre preparação para hospitalização 
Se uma criança for passar por um procedimento importante ou tratamento de longo prazo, pode ser útil ver e ouvir sobre outras crianças que passaram pela mesma coisa.

  • Contando histórias

     
 Crianças gostam de contar "histórias de terror" sobre o que passaram. Ouça, mas não se deixe levar demais pelo exagero. Saliente como elas se recuperaram e lidaram e chame a atenção para o corte curado, a cicatriz que está desaparecendo e o local da injeção que não tem marca de agulha alguma. 

Lembre-se de manter a calma. Isso ensina seu filho a lidar com essas situações “assustadoras” e ele, ao fim,’ cooperará mais. 

Também podem te interessar:

Fraldas

Pampers Pants

Até 12h* sequinho, fácil de pôr e tirar