Encontrando um bom obstetra e ginecologista

Encontrando um bom obstetra e ginecologista

Você já deve ter pensado muito sobre como encontrar um médico para a sua gravidez e o nascimento de seu filho. Talvez você já tenha feito uma consulta ou visto alguém. Seja qual for o caso, você quer estar em boas mãos. Esta é a pessoa com quem, nos próximos meses, você tomará algumas das mais importantes decisões da sua vida (e do bebê também). Como você encontra alguém em quem você confie e se sinta confortável?

Primeiro, pense no tipo de parto que você deseja:

  • Você quer dar à luz em casa ou em um hospital?
  • Você quer que seu médico acelere o parto com medicamentos ou deixe fluir naturalmente?
  • Você quer alívio para a dor?

As respostas a estas questões podem ajudá-la a determinar qual dos três tipos de médico pré-natal você quer:

  • um médico (que pode ser um ginecologista ou obstetra),
  • uma enfermeira ou
  • uma parteira certificada.

Médicos

Médicos são a escolha mais popular. Nove entre dez mulheres escolhem um médico— um obstetra ou médico de família — para o pré-natal e para o parto. Obstetras têm ao menos quatro anos de treinamento especializado após a universidade, e lidam com ginecologia (saúde da mulher) e obstetrícia (gravidez e parto). Obstetras são treinados para lidar com qualquer emergência que possa surgir durante o parto, incluindo a necessidade de cesárea. Médicos de família têm ao menos três anos de treinamento especial após a universidade, mas eles tratam das necessidades médicas de toda a família, incluindo gravidez e parto. A maioria dos médicos faz parto em hospital.

Para mais informações sobre obstetras, acesse o website do Colegiado de Obstetras e Ginecologistas dos EUA. Para saber mais sobre médicos de família, visite o site da Academia de Médicos de Família dos EUA em

Parteiras certificadas

Cerca de 7% das mulheres nos EUA recorrem a parteiras certificadas, que são especialmente treinadas em saúde da mulher, cuidado pré-natal e parto. As parteiras são enfermeiras com mestrado ou doutorado. Uma parteira não apenas presta cuidado pré-natal, mas também faz o parto. Por que você escolheria uma parteira ao invés de um médico? Principalmente por causa das diferentes filosofias sobre o parto. As parteiras geralmente acreditam que como a gravidez e o parto são eventos normais na vida de uma mulher, mulheres grávidas precisam de pouca ou nenhuma intervenção médica. Parteiras não usam medicamentos para induzir ao parto, não sentem geralmente que os fluidos intravenosos sejam necessários durante o parto, incentivam as mulheres a usar qualquer posição que quiserem para parto e nascimento e apoiam a participação dos parentes no nascimento. Se surgirem complicações, elas indicam a paciente a um médico (todas as parteiras têm contatos com médicos). Parteiras trabalham em hospitais e em maternidades e algumas ajudam nos partos em casa.
Para mais informações, visite o website do Colégio de Parteiras dos EUA em

Enfermeiras

As Enfermeiras são especialmente treinadas em saúde da mulher. Elas são licenciadas para prestar cuidado pré-natal e exames femininos, mas não conduzem o parto. Geralmente trabalham em clínicas, com um médico ou uma parteira que atenderá o parto. Você pode saber mais sobre enfermeiras no site da Associação de Enfermeiras dos EUA,

Perguntas e respostas

Depois que você determinou o tipo de médico que melhor atende suas necessidades, comece sua procura ao perguntar sobre as experiências das suas amigas. Ainda que escolher um profissional seja um esforço individual, recomendações de pessoas nas quais você confia são um bom ponto de partida.

Sua próxima etapa deve ser marcar consultas com possíveis profissionais e perguntar a eles sobre suas filosofias de parto. Por que isso é importante? Algumas se sentem firmes sobre alguns aspectos do seu parto: Elas não querem fazer episiotomia (uma incisão feita próxima à vagina, para dar mais espaço para o bebê sair), por exemplo, ou querem que seus outros filhos assistam ao parto. Se você tem desejos firmes sobre o parto de seu bebê, encontre um profissional que acomodará estes desejos —o parto não é hora de descobrir que seu profissional tem uma filosofia de parto diferente da sua! Tente também descobrir se seu profissional possui parceiros médicos e, se sim, quais são suas filosofias de parto. A maioria dos profissionais possui parceiros; caso contrário, os médicos devem estar disponíveis 24 horas por dia, sete dias por semana! Um dos parceiros poderia terminar fazendo o parto do seu bebê.

Hospitais e maternidades

Pergunte ao profissional qual hospital ou maternidade é usado, e descubra as políticas de cada instituição. Alguns hospitais têm regras sobre quem pode estar presente no parto, se fotos podem ser tiradas e se seu bebê pode ficar com você, ao invés de ser posto em um berçário atrás do vidro. Lembre-se também que cada profissional admite pacientes apenas em certos hospitais ou maternidades, portanto, se você deseja uma instituição em particular, pergunte aos possíveis profissionais se eles fazem partos lá.

O melhor modo de descobrir a combinação perfeita é ler o máximo que você puder e fazer todas as perguntas necessárias para se sentir confiante em sua escolha do parceiro profissional.


Durante a sua gravidez, há chances de que seu médico recomende uma visita a um obstetra e ginecologista. Saiba o que esperar e como selecionar um ginecologista.

Também podem te interessar:

Fraldas

Pampers Recém-Nascido

Nossa fralda mais seca e mais suave