Socialização para bebê: aprender com outros

Socialização para bebê: aprender com outros

Seu bebê está tentando algumas palavras, como "mama" e "papa" provavelmente sendo algumas delas. Muitas de suas tentativas ainda serão rudimentares, como "bo" para "bola", por exemplo. Estes novos sons levam os outros a dar ao bebê as palavras que ele quer, e é isso que ensina a linguagem a ele.

Antes de ele se apaixonar por dar nomes às coisas ao seu redor, ele apontará para elas. É um processo que os psicólogos chamam de "ação conjunta compartilhada". Ele começará a balançar seu dedo para os objetos que quer e logo passará a apontar para coisas interessantes, apenas para compartilhá-los com você. Ele fará caretas para que você ria e dançará e fará poses para reter sua atenção. Ninguém entende o significado por trás dos gestos e comportamentos dele melhor que você, então ele se dedicará por inteiro a obter as respostas que deseja. Ele é irresistível.

Sua pequena borboleta social

Muitos bebês desta idade gostam de estar com crianças da sua própria idade, como irmãos, parentes e vizinhos. Não espere por muita interação. Seu bebê pode gostar de olhar para outras crianças e pode até tentar imitá-las, mas brincar realmente juntos só ocorre depois. (Uma observação sobre imitação: os bebês gostam de repetir qualquer ação que gere uma risada. Cuidado para o que você recompensa com um sorriso – pode não ser algo que mereça uma repetição!) Compartilhar é esperar demais nesta idade. Ao invés disso, concentre-se em ensinar as crianças mais velhas como trocar de brinquedos com seu bebê.

Não é muito cedo para começar a ver sinais de empatia em seu pequeno – chorar quando outra criança chora, confortar alguém incomodado ou tentar ajudar alguém que se machucou. Ainda que seu bebê não possa realmente entender como se sente quem sofre, ele está aprendendo como identificar e responder aos sentimentos.

Também podem te interessar:

Fraldas

Pampers Premium Care

A fralda mais sequinha e mais macia do Brasil