Ensinando crianças a compartilhar

Ensinando crianças a compartilhar

Eu conheço uma criança doce e encantadora de três anos que é muito generosa para a sua idade... a menos que uma das outras crianças queira brincar com a cozinha dela. Ela já se jogou de corpo inteiro sobre o brinquedo, só para evitar que outras crianças brincassem com ele.

Por que uma criança doce como ela faria isso? Na verdade, seu comportamento é o normal para uma criança de três anos de idade. Não quer dizer que ela ’seja uma criança egoísta ou insensível – seu pensamento pode não ser tão sofisticado para que ela se coloque no lugar de outra criança que queira brincar com os brinquedos dela.

Eis algumas coisas que você pode fazer para facilitar:

1. Seja um bom modelo

Tente ser um bom modelo você mesma. Deixe que sua filha veja você compartilhar com seu marido, filhos e amigos. E assegure-se de mencionar estes casos de divisão à sua filha, para garantir que ela entenda que estão acontecendo.

2. Elogie o bom comportamento

Igualmente, fique atenta para quando sua filha compartilhar algo com outra pessoa – seja com outra criança, um adulto ou mesmo você. Elogie sua filha quando ela dividir algo. Isso aumentará as chances de que ela compartilhe mais no futuro.

3. Convide muitos amiguinhos para brincar

Chamar os amiguinhos para brincar abre ótimas oportunidades para que as crianças pratiquem as habilidades sociais em ambientes onde seus pais podem supervisioná-las e mesmo orientá-las, quando necessário.

4. Tenha algo para todo mundo

Os maiores problemas em dividir surgem quando duas crianças querem usar o mesmo brinquedo ao mesmo tempo. Assim, um jeito fácil de evitar o conflito é ter dois brinquedos iguais para as crianças usarem ("Aqui está, você fica com cinco blocos e Valentina também fica com cinco").

5. Pratique o revezamento

Antes dos três ou quatro anos, as crianças passam geralmente muito do seu tempo em "brincadeiras paralelas" (brincar separadamente ao lado de outra criança e não brincar junto). Porém, isso quer dizer que se você tentar acabar com um conflito sobre um brinquedo ao sugerir que duas crianças de dois anos brinquem juntas, você provavelmente se desapontará.

6. Esteja preparada

Alguns brinquedos são muitos especiais para dividir, seja por serem novos ou porque seu filho gosta demais deles. Assim, logo antes de você chamar amiguinhos para brincar em sua casa, converse com seu filho sobre isso. Peça a ele que pense se há outros brinquedos que ele não queira compartilhar com seu amigo. Se houver, separe estes brinquedos em um lugar onde ficarão seguros e intocados até os amiguinhos irem embora.

7. Seja realista

Defina metas para seu filho, mas assegure-se de que suas expectativas sejam realistas. Com um pouco de paciência, apoio na hora certa e muito amor, não demorará muito para que seu filho construa a base de habilidades que usará por toda a vida.

Também podem te interessar:

Fraldas

Pampers Premium Care

A fralda mais sequinha e mais macia do Brasil