De mãe para mãe: Como eu anunciei minha gravidez

De mãe para mãe: Como eu anunciei minha gravidez

Rebecca, 30 anos, Clifton, Nova Jersey

"Eu enviei um e-mail à minha família convidando para uma noite de jogos. Quando todos nós ficamos juntos, sugeri jogarmos Imagem e Ação. Quando foi a minha vez de desenhar, fiz três linhas para mostrar que era uma frase com três palavras. Então, eu desenhei uma mulher com uma barriga grande e uma seta apontando dela para a terceira linha, um olho sobre a primeira linha e depois a letra ‘E’ sobre a linha do meio. (era "Eu estou grávida").

Todo mundo começou a gritar, porque você não tem permissão para usar letras nesse jogo, senão perde. Depois que eles tiveram um segundo para processar o que estava acontecendo, todos começaram a gritar, chorar, abraçar e rir."

Kim, 39 anos, Delran, Nova Jersey

"Para o meu primeiro filho, eu dei ao meu marido uma camiseta do dia dos pais e um chapéu "Pai n.° 1" no dia dos pais. Ele ficou confuso no início, mas depois percebeu que ele se tornaria pai. Quando eu disse à minha mãe que ela se tornaria avó pela primeira vez, dei-lhe um livro sobre avós. Nem precisa dizer que ela chorou muito!"

Brittany, 23 anos, Somers, Montana

"Eu contei à minha irmã primeiro que ela seria tia de novo (minha irmã mais velha já tinha filhos). Depois enviei para minha outra irmã uma mensagem de texto dizendo que ela seria tia novamente. Depois, eu contei à minha irmã mais velha que ela seria tia pela primeira vez! Toda a minha família estava realmente animada por mim, ele não poderiam estar mais felizes por ter um novo membro na família."

Danielle, 28 anos, Maple Shade, Nova Jersey

"Nós estávamos fazendo uma reuniãozinha com o meu pai, madrasta e meu irmão de 3 anos de idade, Ryan. Estávamos conversando com Ryan enquanto todo mundo ouvia e eu perguntei a ele como ele se sentiria sobre se tornar tio. Todos pareceram confusos por um minuto e, logo depois, a emoção tomou conta."

Nicole, 41 anos, Sicklerville, Nova Jersey

"Foi interessante, porque quem me contou foi meu marido. ‘Querida, você tem estado um pouco mal-humorada ultimamente e tem comido muito mais do que o normal. Você acha que poderia estar…?’ Eu respondi que ‘Não. De jeito nenhum. Eu acho que é possível, mas... não, espere, será que poderia?’ Após a confirmação, nós nos sentamos com nossos filhos de 19 e 15 anos de idade e dissemos que encontramos o emprego perfeito para eles—babás!"

Também podem te interessar:

Fraldas

Pampers Recém-Nascido

Nossa fralda mais seca e mais suave