Cuidados do cordão umbilical do recém-nascido

O que você precisar para cuidar direitinho do cordão umbilical do seu bebê

Aqui, você encontrará instruções sobre como cuidar do coto umbilical de seu bebê e—como ajudar a curar, secar e cair com segurança. Você também aprenderá a identificar os sinais de infecção e descobrirá quando chamar seu médico.

Dicas úteis para cuidar do cordão umbilical

Siga estas orientações úteis para ajudar a proteger o cordão umbilical de seu bebê.

  1. Sempre que mudar a fralda de seu bebê, preste atenção especial à área na base do cordão, próxima ao umbigo. Limpe com delicadeza, mas meticulosamente, para remover todos os resíduos úmidos que podem ter se acumulado lá. Um aplicador com ponta de algodão é apropriado para isso. Não se preocupe em machucar seu bebê – não há terminações nervosas no coto umbilical.

  2. Certifique-se de permitir que o ar chegue ao coto do cordão. Isso ajudará a curar e a secar mais rápido.

  3. Tente evitar que a fralda friccione o coto do cordão. Você pode dobrar a fralda abaixo do coto do cordão ou usar fraldas descartáveis, com um entalhe na parte superior.

  4. Deixe o cordão cair sozinho. No passado, sugeria-se limpar o coto ao esfregar álcool. Novos dados sugerem que a secagem natural permite que o cordão caia sozinho.

  5. Bebês nascem com "para dentro" ou "para fora". Alguns pais tentam cobrir a área umbilical com moedas, bandagens ou lenços, para mudar como o bebê nasceu – nada disso funciona e pode irritar a área ainda mais.

  6. Enquanto seu recém-nascido ainda tiver seu cordão umbilical, é melhor dar rápidos banhos de esponja do que submergir o coto do cordão. Depois que o cordão houver caído, fique à vontade para banhar o bebê em uma banheira infantil ou na pia.

Identificando sinais de alerta sobre os cuidados com o cordão umbilical

  • Se o cordão soltar pus amarelo, apresentar mau cheiro ou se a área ao redor da base ficar vermelha e inchada, pode ser que esteja infeccionado. Seria aconselhável notificar o médico de seu bebê.

  • A vermelhidão também pode ser causada pelo coto seco do cordão irritando a pele adjacente. Para determinar o que está causando a irritação, empurre suavemente o coto para longe da área vermelha e marque a margem da vermelhidão com uma caneta. Aguarde de 30 a 60 minutos e verifique novamente. Se a vermelhidão continuar inalterada, e especialmente, se passar de sua marca, você deve informar seu médico imediatamente. Se a vermelhidão for apenas irritação do coto, isso se resolverá sozinho em pouco tempo.

  • Ocasionalmente, você poderá ver pequenas quantidades de sangue saindo do umbigo. Isso é normal, pois os vasos sanguíneos se separam. Caso perceba sangramento, tente primeiro aplicar um pouco de pressão. Se o sangramento não parar depois de cinco a sete minutos de pressão constante, consulte seu médico.

  • Depois que o cordão cair, você pode perceber um caroço ou nódulo úmido e avermelhado próximo ao local de onde o cordão caiu, que pode aumentar ligeiramente e continuar a gotejar um pouco. Isso se chama granuloma umbilical. Seu médico pode tratá-lo com uma medicação chamada nitrato de prata.

Mas quais as vantagens de postergar o corte do cordão umbilical? 

Enquanto o bebê está ligado ao cordão umbilical e este está pulsando, o bebê está recebendo irrigação sanguínea pelos vasos do cordão. Este sangue é rico em ferro, que irá suprir o bebê durante os primeiros meses. O corte precoce do cordão aumenta o risco de o bebê ter anemia. Além disto, o clampeamento tardio do cordão, diminui o risco de hemorragia intraventricular, enterocolite necrosante, sepse infantil e transfusão de sangue.

Qual o melhor momento para realizar este corte?

A Organização Mundial da Saúde OMS recomenda que o clampeamento do cordão aconteça entre 1 e 3 minutos após o nascimento. Entretanto, se você deseja que o clampeamento aconteça depois do terceiro minuto, converse com a equipe de assistência do seu parto sobre os riscos e benefícios.

Siga as dicas acima cuidadosamente e o cordão umbilical de seu bebê secará e cairá em algumas semanas.

Para mais informações sobre o assunto, leia ou assista os nossos conteúdos relacionados:

  1. Cuidando do coto umbilical 

  2. Banhos com esponja em um recém-nascido

  3. Trocando fraldas e cuidados com o cordão umbilical

Fontes:

QUAL O MELHOR MOMENTO PARA O CORTE DO CORDÃO UMBILICAL, Instituto Nascer, 2021, Disponível em http://institutonascer.com.br/qual-o-melhor-momento-para-o-corte-do-cordao-umbilical/ . Acesse em: 06 de dezembro de 2021.

Flexible Banner V2

Sobre o conteúdo publicado aqui

As informações deste artigo são baseadas nas recomendações de especialistas encontradas em fontes rigorosas: médicas, institucionais e/ou governamentais. Sob nenhuma circunstância o conteúdo desta página deve substituir as sugestões médicas e/ou especializadas. É responsabilidade do leitor sempre recorrer a profissionais para orientação precisa. Para mais informações sobre nossas diretrizes editoriais, consulte a seção Ética Editorial de Pampers®.