Consulta médica de rotina do bebê até os 3 anos

Tudo que você saber sobre as primeiras consultas e rotina do bebê 

Seu médico vai querer ver você assim que você trouxer seu bebê do hospital para casa. Na verdade, você irá vê-lo bastante. A Academia de Pediatria dos EUA (American American of Pediatrics) recomenda que todos os novos pais levem seus filhos para nove consultas pontuais nos primeiros 3 anos de vida.

Estas consultas são a hora perfeita para que você leve suas dúvidas e preocupações sobre seu filho e sua família, e para obter ajuda e informações sobre o que vem depois. Tente não perder nenhum check-up agendado para o seu bebê.

A maioria dos profissionais de saúde pedirá que você e seu bebê venham uma ou duas vezes nas duas primeiras semanas, para conferir a alimentação e outras questões do "começo" do recém-nascido. Estas consultas breves ajudam a garantir que tudo está indo bem. Porém, as consultas mais regulares e longas começam em 1 mês.

Em cada consulta do bebê, você pode esperar que o médico pergunte:

Verificar a altura e o peso de seu bebê, para garantir que esteja crescendo continuamente e ganhando peso normalmente.

  1. Medir a circunferência da cabeça do bebê, para garantir que esteja crescendo normalmente. (isso reflete o crescimento do cérebro).

  2. Aplicar todas as vacinas necessárias ao seu bebê.

  3. Explicar o desenvolvimento do bebê e conferir com você o comportamento e o desenvolvimento.

  4. Discutir questões sobre amamentação.

  5. Perguntar se há alguma tensão ou mudança especial em casa, incluindo social ou financeira

  6. Responder a todas as questões que você tiver.

Para saber mais sobre consultas médicas do bebê e muito mais, leia também:

  1. Consulta de rotina do bebê de 2 anos 

  2. Dor Estomacal em Crianças: Dor de Barriga em Bebês

  3. Desenvolvimento da linguagem aos 2 anos

Flexible Banner V2

Sobre o conteúdo publicado aqui

As informações deste artigo são baseadas nas recomendações de especialistas encontradas em fontes rigorosas: médicas, institucionais e/ou governamentais. Sob nenhuma circunstância o conteúdo desta página deve substituir as sugestões médicas e/ou especializadas. É responsabilidade do leitor sempre recorrer a profissionais para orientação precisa. Para mais informações sobre nossas diretrizes editoriais, consulte a seção Ética Editorial de Pampers®.