Os primeiros passos do bebê

Incentivando seu filho nos primeiros passos

Quando seu filho aprendeu a andar, ele provavelmente desfilava todo o dia com um jeito de andar de passos largos e caindo para os lados, com sua barriga se projetando para frente. À medida que ele fica melhor no equilíbrio, a distância entre os pés diminuirá, e os dedos dos pés apontarão para a frente em vez de virarem para fora. Se ele já não o fizer, em breve ele começará a tentar fazer outras coisas enquanto anda.

Os primeiros passos do bebê e o pedido pela liberdade

Pela altura do primeiro ano, os bebês anseiam o chão. Nossos braços, norte para eles, já não bastam e, junto com a quase independência emocional, o pequeno corpinho deles também pede autonomia.  

Esse processo vem junto com o que o psicólogo Winnicott chama de “dependência relativa”. Nesta fase, o bebê requer alguma autonomia para seu desenvolvimento, tanto afetivo, quanto físico e cognitivo. Neste momento, muitos processos, como a alimentação, ganham força. Enquanto o bebê passa a buscar as formas e maneiras de aprender e se desenvolver. Geralmente, é quando os pequenos passam a ficar mais tempo longe da sua figura de referência, mãe, pai ou cuidador, devido ao retorno ao trabalho e introdução em uma escola ou creche. 

Ao longo do tempo ele será capaz de:

  • Levar um brinquedo em um braço enquanto se locomove

  • Alcançar acima de sua cabeça

  • Olhar para cima quando ele anda

  • Virar e agachar

Bebê subindo as escadas

Mantenha todas as escadas fechadas com portões, mas não se esqueça de dar ao seu filho algum tempo de prática também (com você lá, é claro!). Subir é a primeira etapa. Descer as escadas de costas é a rota mais segura de descida; ensine-o como colocando-o na posição certa, se ele não descobrir isso por conta própria. 

Em algum momento no meio do seu segundo ano, ele aprenderá a gerenciar as escadas em seus pés mantendo uma mão nos trilhos. Ele dará um passo de cada vez, com ambos os pés movendo-se para o mesmo nível antes dar o próximo. Ele precisará de vários meses, – talvez até um ano ou dois – antes que ele possa subir alternando pés, e descer com os pés alternados demorará ainda mais.

Observações importantes sobre os primeiros passos do bebê

Detalhe importante: Aprender a andar descalço é o ideal. Quando a criança aprende a andar, os dedos dos pés descalços seguram o chão e constroem seus arcos. Ele precisa de sapatos só para proteger os pés de superfícies frias ou ásperas.

É também nesta fase que o bebê passa a entender que ele e a mãe são indivíduos diferentes. Ou seja, não são a mesma pessoa. Isso significa se distanciar deste cuidado intensivo, pleno e exclusivo para passar a, literalmente, caminhar com as próprias pernas. 

Para mais informações sobre o assunto, leia ou assista os nossos conteúdos relacionados:

  1. Quando os bebês começam a andar

  2. Desenvolvimento de habilidades motoras

  3. Ajudando seu bebê a sentar-se de forma segura

Flexible Banner V2

Fontes e mais informações

Sobre o conteúdo publicado aqui

As informações deste artigo são baseadas nas recomendações de especialistas encontradas em fontes rigorosas: médicas, institucionais e/ou governamentais. Sob nenhuma circunstância o conteúdo desta página deve substituir as sugestões médicas e/ou especializadas. É responsabilidade do leitor sempre recorrer a profissionais para orientação precisa. Para mais informações sobre nossas diretrizes editoriais, consulte a seção Ética Editorial de Pampers®.