Futura mãe com complicações na gravidez

Sinais De Alerta Na Gravidez Que Não Devem Ser Ignorados

A maioria dos sintomas que as mulheres sentem durante a gravidez são normais, mesmo os que não são exatamente agradáveis. Eles são consequência de se estar grávida, simplesmente. Ainda assim, é normal se preocupar, se perguntar se está tudo bem e tentar entender quando algo não está. Embora as complicações sejam raras, é bom saber quais sinais não devem passar em branco. Continue lendo e saiba quais sinais de alerta na gravidez merecem atenção e uma ligação para seu médico.

Sinais de alerta na gravidez

Lembre-se, alguns desses sintomas podem ser normais na gravidez, mas também podem ser sinais de algo mais sério, portanto, consulte seu médico se notar algum dos sintomas abaixo:

  • Dor abdominal persistente. É normal se perguntar: A dor abdominal é um sintoma normal da gravidez? O desconforto associado ao ligamento redondo do útero, por exemplo, pode ser perfeitamente normal, mas a dor abdominal que vem acompanhada de febre e calafrios pode ser um sinal de que alguma coisa está errada. Nesse caso, é melhor entrar em contato com seu médico.
  • Dor de cabeça severa. As dores de cabeça durante a gravidez podem ser causadas por muitos fatores, inclusive mudanças hormonais, estresse e fadiga, mas se a dor de cabeça for severa, pode ser um sinal de pressão alta ou de uma condição ligada à pressão alta, chamada de pré-eclampsia. A pré-eclampsia é uma condição séria que requer tratamento médico para proteger a sua saúde e a saúde de seu bebê.
  • Alterações da visão. Alterações como perda temporária da visão, visão embaçada, ou sensibilidade à luz podem estar ligadas a complicações como hipertensão gestacional ou pré-eclampsia.
  • Desmaios ou tontura. Sentir-se um pouco tonta pode ser um sintoma normal no início da gravidez. Você também pode sentir tontura durante os meses finais da gravidez, devido a fatores como problemas de circulação ou hipoglicemia. No entanto, se a sensação de tontura persistir, se tiver vertigens, chegar a desmaiar, ou sua tontura vier acompanhada de outros sintomas, como visão embaçada, sangramento vaginal, dores de cabeça, ou dor no abdômen, consulte seu médico para que a causa possa ser identificada e tratada.
  • Ganho de peso anormal e inchaço. Ganho de peso rápido e repentino (não relacionado a comer em excesso!) está ligado à possibilidade de pré-eclampsia. Talvez o ganho de peso venha acompanhado de inchaço do rosto e das mãos (edema). Lembre-se, um pouco de inchaço nos pés e mãos é normal, mas deve ser monitorado.
  • Necessidade de urinar com frequência e sensação de queimação ao urinar. Se você sentir vontade de urinar, mas quando vai ao banheiro só saem algumas gotas, ou se sentir dor e queimação quando vai ao banheiro, pode ser sinal de uma infecção do trato urinário (ITU). Outros sintomas da ITU podem ser: febre, calafrios ou urina com traços de sangue. Seu médico poderá diagnosticar os sintomas e tratar a infecção bacteriana para evitar complicações. Tenha em mente que a micção frequente por si só é um sintoma normal durante o primeiro trimestre e nos meses finais da gravidez, pois seu bebê está crescendo e pressionando sua bexiga.
  • Vômito persistente e severo. O vômito e a náusea podem ser completamente normais no primeiro trimestre da gravidez. Esse fenômeno é muito conhecido como “enjoo matinal”, mas não necessariamente aparece só de manhã! Todavia, se seus enjoos matinais são severos (e vierem acompanhados de outros sintomas, como tonturas ou vômito com sangue), isso pode ser sinal de uma condição chamada hiperêmese gravídica, que requer atenção médica. Depois do primeiro trimestre, se você continuar sentindo enjoos, consulte seu médico para confirmar se eles não são nada mais sério e tratar a náusea.
  • Dor severa acima do estômago, sob a caixa torácica. Essa dor (especialmente se vier com outros sintomas, como visão embaçada, dores de cabeça severas, ou náuseas) pode ser um sinal de pressão arterial alta e de outra condição que geralmente a acompanha, a chamada pré-eclampsia. Seu médico irá monitorar sua pressão durante as visitas do pré-natal, mas se notar algum dos sinais de pré-eclampsia, entre em contato com seu médico imediatamente.
  • Coceiras por todo o corpo. Coceira intensa sem o aparecimento de erupções na pele pode ser sinal de colestase da gravidez, uma condição hepática que pode acontecer nos meses finais da gestação. Entre em contato com seu médico imediatamente se sentir uma coceira muito forte. Lembre-se, as coceiras durante a gravidez também podem ser algo perfeitamente normal. Elas acontecem pois a pele estica na medida em que o bebê cresce, ficando ressecada e fazendo com que áreas como sua barriga, seios e coxas cocem.
  • Sangramento vaginal ou traços de sangue. No início da gravidez, pode ser normal notar traços de sangue no corrimento vaginal – o chamado sangramento de nidação – mas o sangramento também pode ser um sinal de placenta prévia ou de uma infecção cervical. Na dúvida, fale com seu médico se notar traços de sangue, ou tiver um sangramento durante a gravidez.
  • Contrações prematuras (antes de completar 37 semanas de gravidez). Embora essas sensações possam ser contrações de treinamento, conhecidas como Braxton Hicks e que são perfeitamente normais, se suas contrações persistirem (por ex., não pararem quando você se mexer ou mudar de posição) e se tornarem dolorosas e regulares, pode ser um sinal de que você está em trabalho de parto prematuro. Nesse caso, é muito importante entrar em contato com seu médico imediatamente.
  • Jorro ou vazamento de líquidos da vagina antes de completar 37 semanas de gravidez. O rompimento prematuro da membrana também conhecida como “bolsa d’água” pode ser um vazamento moderado e constante ou um jorro de líquidos que sai de sua vagina antes da gravidez chegar ao fim. Entre em contato com seu médico imediatamente se isso acontecer. Se baseando na informação de quantas semanas você ainda teria, seu médico fará a melhor recomendação. Se você chegou ou passou das 37 semanas, o rompimento da bolsa d’água é um sinal de que você entrou em trabalho de parto.
  • Sentir o bebê se movimentar com menos frequência. As mulheres geralmente conseguem sentir os primeiros movimentos do bebê, como chutes ou mudando de posição da 18a à 25a semanas de gravidez. Quando chegar ao terceiro trimestre, você poderá monitorar os movimentos de seu bebê. Mais ou menos no mesmo horário todos os dias, você pode deitar-se e monitorar quanto tempo leva para sentir 10 chutes, mexidas, ou mudanças de posição. Pode ser apenas alguns minutos, mas se uma hora se passar e você não sentir nenhum movimento, coma alguma coisa, deite-se novamente e tente mais uma vez. Você pode anotar o número de movimentos em um caderno. Se notar que não há movimentos ou que seu bebê não está se mexendo tanto quanto costumava por alguns dias, entre em contato com seu médico para se certificar de que está tudo bem.
  • Sinais de gravidez ectópica. Alguns dos sintomas de uma gravidez ectópica também são sintomas normais do início da gravidez. Mesmo assim, se notar sangramento vaginal leve, que venha com dor abdominal ou pélvica, forte tontura e dor nos ombros no início de sua gravidez, consulte seu médico imediatamente.

Se sentir qualquer um desses sintomas, entre em contato com seu médico imediatamente, mas lembre-se que esses são somente alguns dos sintomas de gravidez que não devem ser ignorados. Se estiver em dúvida ou não estiver se sentindo bem, é sempre melhor consultar seu médico. Dessa forma, você não precisará se preocupar e se um problema surgir, poderá ser tratado imediatamente.